Seguidores

Pesquisar neste blogue

Vigilante - Arcade Review - Por: Old Game Master:

Loading...

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Playstation - Review:

Playstation - Console Review : O COMEÇO DE UM VIDEOGAME QUE MUDARIA A HISTÓRIA DOS VIDEOGAMES:




Texto e Análise de: Henrique Balboa
Imagens: Game Master








INTRODUÇÃO:

Em 1986 Sony e Philips estavam começando a desenvolver em conjunto uma mídia interativa chamada de Green Book( um parente muito próximo do CD Rom). O compact disk ( ou cd como costumamos á chamar) já havia sido introduzido no mundo no final da década de 70, sua capacidade de armazenamento aliada as características e possibilidades para música e imagem, estavam sendo exploradas pelas duas empresas.
Enquanto isso e dois anos mais tarde(1988), na indústria do entretenimento e dos jogos de videogame, duas empresas que não trabalhavam em parceria e que disputavam o mercado do entretenimento edos jogos: Sega e Nintendo no final da geração 8 bits, tinham seus planos para a próxima geração de consoles, os rumores e resultados dos testes e experimentações das mídias digitais apenas apimentaram um pouco mais os planos das duas empresas para os anos seguintes. A Nintendo, como detinha para si boa parte das publishers e contratos com as mesmas então firmaou um contrato com a Sony,gigante japonesa do ramo eletrônico,para a criação de um drive leitor de cd,chamado na época de SuperDisc. Neste meio tempo, a SEGA em 1991 apostou então no Sega CD (No Japão) para então contra-atacar o Super Famicom ( Super Nintendo - Snes - nos EUA) .

Imagem acima e ao centro podemos conferir Mega CD (Japão) e Sega CD (EUA e outros países). A Sega sai na frente e começa e se lança na geração multimídia.



Mas voltando ao contrato firmado entre Nintendo e Sony, as clausulas deste contrato,estava escrito que a Sony teria todos os direitos de distribuição mundial do drive,assim como todos os direitos sobre os kits de desenvolvimento.Com isso a Nintendo,famosa na época por não gostar de perder o controle de seus produtos,não gostou do acordo e ,digamos,deu uma rasteira na Sony.
Um dia após a Sony anunciar o Play Station ( novo nome do SuperDisc ) ,a Nintendo foi à público,ainda com a cabeça voltada no contrato,e anunciou um acordo com a Philips,outra empresa do setor de eletrônicos,mas o que signicava o fim de um projeto com a Sony resultou no começo da vida do Playstation.

Acima e ao centro podemos conferir as imagens do protótipo do que seria o Play Station com a parceria entre Sony e Nintendo. Ao contrário do que a Nintendo planejava do Play Starion ser apenas um add on no Super Famicom (Snes) este modelo apresenta as características de um console totalmente independente.
fonte: www.game-reve.com

Com a desitência da Nintendo com o projeto da Sony, e firamndo nova parceria com a Philips, indiretamente ela investiu no CD-I (console da Empresa). Uma parceria indireta e um console que resultou um grande fracasso de vendas e de jogos.Os jogos baseados em personagens da Nintendo não eram feitos diretamente pela empresa.


Mas a Nintendo ainda sim não desistia do seu projeto de um SNES CD-ROM. Aqui nos vemos uma reportagem para a revista Americana EGM, contando detalhes sobre como seria este add on do Snes.

Ken Kutaragi principal mentor do Playstation,que também havia criado o chip sonoro do SNES junto com a Sony resolveram tocar então o projeto adiante, e esperaram até o ano de 1993 para então finalmente anunciarem o: Playstation-X notem que o nome fundiu-se em um só e o X ( que remete ao nome do projeto do novo console) foi mantido, e é por isso que muitos chamavam e abreviavam a sigla do console como PSX. O PSX mostrou-se um videogame totalmente novo e com tecnologia superior aos seus concorrentes na época.

O Lançamento do Playstation (PSX) com design reformulado e totalmente independente da Nintendo como add on e sim como console próprio.

O Efeito PSX foi devastador, muitas mepresas começaram então a migrar e querer desenvolver jogos para o console, uma das empresas que começaram uma aliança com a Sony, foi a Namco.E isto resultou em Ridge Racer, um jogo de fliperama baseado na placa do PSX que seria posteriormente usado como jogo-propaganda para o lançamento do console.



Lançado oficialmente no Japão em Dezembro de 1994,o vídeogame sumia das lojas como pão quente e logo foi considerado um dos produtos mais importantes da Sony desde o Walkman.

Finalmente,no dia 9 de Setembro de 1995,com várias parceiras com produtoras americanas,foi lançado nos EUA,sendo também um sucesso de vendas. Fala-se em mais de 120 milhões de aparelhos vendidos.Com certeza um grande sucesso. Podemos destacar também alguns jogo que nasceram no Playstation e até os dias de hoje são sucessos de críticas e de vendas :

Resident Evil: Terror e Zumbis.

Silent Hill: Suspense e Mistério.

Winning Eleven: Consagração de um clássico do Futebol da Konami.
Gran Turismo: Alta velocidade e gráficos arrasadores.

Final Fantasy VII: O Adeus da Square a Nintendo e o tapa na cara para o console Nintendo 64.

Uma á uma das Publishers que eram as principais aliadas da Nintendo, começaram a migrar para a Sony no desenvolvimento de jogos, pois cada uma delas era motivada pelo sucesso que a outra fazia em algum jogo ou conversão de jogos para o novo sistema da Sony. Até mesmo a Squaresoft (Atual Squarenix) foi taxativa em não querer mais desenvolver jogos em cartuchos numa tentativa de criar uma versõa de Final Fantasy para o Nintendo 64.

Para as demais concorrentes como a Sega (Saturn) 3DO (Panasonic) e mesmo a veterana Atari, que deu seu último suspiro com o Jaguar. Não foram páreas para o sucesso estrondoso do console da Sony , naquela época.

No processo de sobrevivência e escolha natural dos consoles depois da era Playstation, restando apenas Nintendo e Sega como concorrentes, os efeitos da Sony e seu Playstation nos anos seguintes e com o lançamento da continuação de seu console, prometeram mais reviravoltas... mas isso, já é uma outra história.

2 comentários:

Henrique disse...

Opa,valeu pelo review.

Em breve,Playstation 2 e seu sucesso estrondoso.

Abçs.

Otacar disse...

Muito bom, apesar de já conhecer o história valeu pera relembrar e parabéns pelo trabalho especialmente pelas fotos.