Seguidores

Pesquisar neste blogue

Vigilante - Arcade Review - Por: Old Game Master:

Loading...

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Kid Chameleon - Review:

AS VÁRIAS FACES DE CASEY EM KID CHAMELEON:



Kid Chameleon foi um jogo de plataforma lançado para o: Mega Drive/Genesis lançado no dia 28 de Maio de 1992. Basicamente o atrativo do jogo estava no fato do personagem principal vestir máscaras e se transformar em um novo personagem com novas habilidades. Após ficar por um longo período sem continuações, ele foi relançada na coletânea: Sega Genesis Collection for the PlayStation 2 e PlayStation Portable (entre 2006/2007). Neste mesmo período ganhou também um relançamento para o Wii Virtual Console no Japão no dia 22 de Maio 2007, América do Norte em 28 de Maio de 2007 e finalmente para a Europa no dia 1 de Junho de 2007, praticamente quase 16 anos após seu lançamento original. Não podemos nos esquecer que ele também fez parte de outras coletânea de jogos da Sega, juntamente com os clássicos: Shining Force e Comix Zone, no Sega Smash Pack 2.

Kid Chameleon (Genesis) Commercial - "That's nice, dear."


Comercial Norte Americano de: Kid Chameleon - Contribuição de Otacílio Cardoso e de sua Comunidade no Orkut: Asilo das Propagandas de Games.

TRAMA DE KID CHAMELEON:

Relembrando os bons e velhos tempos em uma época em que existia aquela expectativa da garotada no lançamento de um novo Arcade. Eis que o jogo capta esse espírito e resolve começar o enredo do jogo com essa base. Na cidade de Casey (personagem principal do jogo) foi lançado um novo Arcade Virtual que logo virou a sensação entre a garotada. A máquina dava a ilusão ao jogador de estar fazendo parte do jogo, graças a uma câmara de realidade virtual. Até ai nada de muito estranho, mas talvez a pessoa que criou o Arcade, deu tanta realidade ao virtual que o vilão do jogo conseguiu se libertar do programa do jogo e resolveu dar o troco aos jogadores.

Heady Metal então começou a prender as pessoas que chegavam á parte final do jogo, primeiro fazendo com que elas nunca vençam o jogo e segundo por que tinha planos de encontrar um jogador bom o bastante para roubar o seu corpo e assim dominar a realidade real.Heady Metal só não contava com Casey, um daqueles garotos radicais metidos á Bart Simpson e verdadeiro fera nos videogames. Quando o garoto ficou sabendo que as pessoas estavam desaparecendo, resolveu encarar o desafio da máquina e ver por ele mesmo o que estava acontecendo.


Assim começa Kid Chameleon com Casey encarnado um heróis dos videogames e com a árdua missão de passar por cada fase, derrotar cada monstro e mestres criados por Heady Metal para assim salvar os outros que foram aprisionados por ele.

NOTA HISTÓRICA COM UM TOQUE DE HUMOR:

Historicamente não foi o primeiro caso em que personagens de videogame ( mais especificamente de Arcade) literalmente saíram da máquina para o mundo real.Na animação final de Golden Axe (Arcade de 1989 da Sega e lançado no final deste mesmo ano para Master System e Mega Drive) os personagens do jogo iniciam um perseguição aos jogadores que finalizaram o jogo, em uma das cenas mais cômicas vistas na finalização de um jogo.

Se não soubessemos que o slogon da Master System "É um jogo mas poderia ser verdade..." Não fosse brasileiro, eu diria que a Sega levou a coisa ao pé da letra.

ANALISANDO: KID CHAMELEON:

O jogador, Kid Chameleon, deve atravessar uma fase em uma série de níveis(cerca 3 ou as vezes 4 para ser mais exato). Em todos eles, o objetivo primário e chegar á uma bandeira (marcador do final de cada nível), esta é apenas uma das formas de atravessar os níveis em cada fase. Porém, é fato conhecido de que existem "transportadores"(warp zones), que podem transportar o jogador, não apenas de um ponto para outro na nível, mas também podem transporta-lo para outras fases mais adiantadas e muitas vezes á uma área totalmente desconhecida do jogo ( como estes pontos não tem uma ligação direta com qualquer fase são chamadas de:"Elsewhere"lit. "Algum lugar" , segundo algumas revistas especializadas existem mais de 50 fases neste jogo, mas é conhecido que este número pode passar de 100.

Existem diversos editores de fase, criados por fans de Kid Chameleon. Adicionaram fases novas e algumas melhorias quanto á alguns quesitos do jogo original. É difícil de acreditar que um jogo tão extenso quanto este, ainda existam pessoas querendo deixa-lo ainda mais longo.Mas a própria programação deste jogo, sugere que muita coisa foi cortada do jogo original.

Existem diversos rumores que este jogo era para ser um RPG e que a idéia original foi mudada. Existem também rumores de que uma versão seria portada para o Master System, mas nenhuma imagem ou declaração foi dada á respeito. Na Internet existem diversos vídeos, mostrando dicas e truques dos diversos segredos deste jogo. Demonstraremos no vídeo abaixo um destes vídeos.

O vídeo nos mostra uma das forma de utilização de uma Warp Zone no jogo, ensinando como á partir do primeiro nível da primeira fase do jogo, ir até a última fase do jogo.

NOSSA AVALIAÇÃO:

O jogo não contava com um sistema de Passwords ou Save Points (permitindo o jogador continuar o jogo á partir de determinada fase).Portanto não pensem que Kid Chameleon para o Mega Drive, é apenas uma jogo casual de plataforma, se quer explorar este jogo do começo ao fim, perderá longas horas. Atualmente muitos emuladores e as coletâneas citadas na descrição inicial do jogo, possuem um sistema que permite o save, em algumas partes do jogo.

Jogabilidade: A jogabilidade de Kid Chameleon segue á risca os padrões dos jogos de plataforma, mas o que destaca-se em sua jogabilidade, é a capacidade do personagem ganhar novos comandos de acordo com a máscara que veste. De modo que enquanto Casey é um personagem mediano que só pode pular (sobre inimigos e plataformas) e correr, quando ele veste, por exemplo a máscara do Iron Knight, ele tem sua capacidade de ataque e defesa aumentada e pode escalar certas superfícies. Isso se aplica ás outras máscaras que ele veste, podendo executar outros comandos e ganhando novas habilidades.

Outros atributos da Jogabilidade:

Personagens:

Acima e ao Centro:Kid Chameleon (centro) com: Maniaxe, Red Stealth, Berzerker (personagens na parte superior da orde da esquerda para direita), Juggernaut, Cyclone, Iron Knight, EyeClops (meio plano da esqueda para á direita), MicroMax e SkyCutter (parte inferior da esquerda para á direita).

Listados em ordem de aparição no jogo:


Acima e ao centro: Podemos conferir Iron Knight e sua habilidade de escalar.

  • Kid Chameleon - ou a forma humana de Casey.
  • Iron Knight - O Iron Knight pode-se dizer que é o personagem mais "duravél" de todo o jogo, pois ele tem ataque e defesa um pouco mais elevados que todos os outros personagens. Possui a habilidade de escalar muros verticais. E é pesado o bastante para quebrar blocos e outras superfícies no chão.
  • Red Stealth -Um samurai que bode derrotar os inimigos e quebrar blocos no chão com golpes de espada. Também possui a habilidade única de saltar mais alto que os outros personagens.
  • Berzerker - Possui a habilidade e força de investir contra inimigos e obstáculos.
  • Maniaxe - Aos moldes de Jason Voorhees, Maniaxe atira machados contra os inimigos.
  • Juggernaut - Um personagem com formato de tanque de guerra que atira cranios.
  • MicroMax - Um personagem minúsculo e sob a forma de uma mosca, possui a habilidade de se esgueirar por locais pequenos.
  • EyeClops - com sua visão, pode revelar blocos e lugares ocultos e atira uma rajada ótica.
  • SkyCutter - Uma espécie de hoverboard que pode andar em diversas superfícies inclusive no teto.
  • Cyclone -Uma espécie de Super -Herói com grande força e pode girar semelhante á um tornado.
Diamond Powers- Poder dos Diamantes:

Acima e ao centro no canto inferior esquerdo ( em destaque) um dos diamantes recolhidos ao longo do jogo... Diamante Vermelho?. Bom se já existiu um filme chamado "Diamante Cor de Rosa", acho que no jogo da Sega pode existir um diamante vermelho.

Kid Chameleon copia alguns elementos de jogos famosos de plataforma, como: quebrar blocos para obter recompensas e power ups ou ainda atacar alguns inimigos pulando sobre suas cabeças (Assim como: Super Mario Bros. para pegar moedas ou Sonic the Hedgehog'pegando os anéis). Mas existem certos detalhes que diferencia este jogo dos citados mais acima. Diferente de Super Mario World., Sonic the Hedgehog ou qualquer outro jogo de plataforma,existem diamantes que o personagem coleta ao longo do jogo que não contam como power up ou mesmo o acréscimo de uma nova vida. Ao invés disso, eles são usados como dinheiro para comprar um equipamento suporte para o jogador. Quase todos os personagens tem um espaço para até dois itens de suporte;um custa 20 diamantes e o outro mais poderoso custa 50, o número máximo de diamantes que cada personagem pode pegar ao longo do jogo é até 99, após isso os outros diamantes coletados não tem efeito acumulativo, ou seja, eles não servem mais para nada, é preciso gastar os 99 para dar espaço á novos diamantes. Existe uma manha para pegar uma vida extra via diamante, é preciso ter 50 diamantes ou mais enquanto esta jogando com Maniaxe.

Como dissemos, nem todos os personagens tem um suporte para suas habilidades, de modo que quando são chamados, continuarão com seus poderes e habilidades normais. De contra partida, Juggernaut pode comprar um suporte para cinco tiros ou ainda EyeClops pode comprar uma arma chamada: Death Ray que pode matar todos os inimigos da tela. Relembrando que estes poderes extras só podem ser ativados apertando A e Start ao mesmo tempo.

Blocos Variados:

Ainda falando dos elementos na jogabilidade de Kid Chameleon que nos chama a atenção são os vários tipos de Blocos que o personagem pode atingir. Diferente de outros jogos,que possuem um ou dois tipos diferentes de blocos, Kid Chameleon possui 11, que seriam:

Acima e ao centro: Podemos conferir alguns dos diferentes blocos existentes no jogo e a interação entre as habilidades do personagem e estes objetos no jogo.

  • Prize Blocks: São os mais comuns em todo o jogo e oferecem desde as máscaras usada por Casey até diamantes e vidas extras, quando atingidos eles tornam-se blocos sólidos de pedra.
  • Rock Blocks:São o que acabamos de descrever acima, sua função muda e tornam-se barreiras, plataformas. Em determinados momentos eles devem ser quebrados, mas em outros é aconselhável não faze-lo. Principalmente quando estiver usando a máscara de Iron Knight, em que seu peso automaticamente queira estes blocos.
  • Iron Blocks: São como os blocos de pedra, mas diferentes destes, não podem ser destruidos, entretanto Berzerker possui a habilidade de puxá-los.
  • Rubber Blocks: Os blocos de borracha também não podem ser destruídos, e estão dispostos de modo que podem servir de impulso ao personagem quando ele salta sobre eles.
  • Cannon Blocks: Os projéteis atirados por estes blocos causam dano ao personagem e a tudo mais que estiver em seu raio de ação.
  • Ice blocks: Os blocos de gelo podem ser destruídos, mas atiram projéteis para cima (estilhaços).
  • Vanishing Blocks: Talvez um dos blocos mais traiçoeiros de todo o jogo, pois quando o personagem esta sobre algum deles, estes desaparecem
  • Shifting Blocks: Quando este tipo de bloco é atingido, geralmente ele se move para cima, Bezerker pode move-lo para outras direções. Se um jogador atinge um bloco de movimento, quando um inimigo estiver entre dois deles, este inimigo é destruído;claro que graças á habilidade de Berzerker ele pode mover os blocos e atingir os inimigos.
  • Drill Blocks: Similar aos Blocos de Ferro (Iron Blocks) mas possuem um broca, se o personagem chegar perto desta broca... .
  • Mushroom Blocks:Como o próprio nome diz, são blocos em formato de cogumelo, quando atingidos eles desaparecem para dar origem á outros do mesmo formato. Podem ser úteis para chegar á pontos mais altos ou inacessíveis.
  • Ghost Blocks:Similares aos Shifting Blocks, exceto que eles são estácionários e não possuem a mesma função.Eles ficam aparecendo e desparecendo á toda hora, muitas vezes se reagrupando em outros locais, se quando ele se materializa, estiver no mesmo plano que o personagem, este perderá uma vida.

Drill Wall:

Existem 3 níveis neste jogo (começando pela fase: Hills of the Warrior 1) que possui um gigantesco muro de metal repleto de Drill Blocks( na imagem entretatanto, podemos observar que existem mais destes blocos espalhados por todas as fases do jogo).

Estes níveis exigem que o personagem navegue pela fase e encontre a saida o mais rapidamente possivel, já que esta fase começa á se movimentar ao mesmo passo que o personagem, Lembrando novamente que o mais leve contato com as brocas irá matar instantâneamente Casey. Embora boa parte das músicas deste jogo sejam monotónas, ela possui uma trilha sonora bastante incomum,no qual serve para o personagem identificar quando o perigo esta chegando mais e mais perto.

Gráficos: Podem não tão bem definidos e coloridos quanto: Sonic, Ristar e Tin Head ( exemplos de jogos de ação/plataforma). Mas a beleza dos gráficos deste jogo fica por conta da dificuldade dos cenários aliado com a jogabilidade. Ou seja, observar os pequenos detalhes da tela e saber qual tipo de máscara usar para atravessar um determinado ponto, faz com que o jogador se esqueça um pouco da falta de riqueza gráfica do jogo. Claro que a elaboração gráfica do jogo, exibe fases muito bem feitas.

Som: Talvez um dos poucos aspectos que o game tenha pecado um pouco. Embora algumas batidas sejam animadas, na maior parte do tempo é um som monótono.

Comic Adaptation -HISTÓRIAS EM QUADRINHOS:

Sonic the Comic, edição em que Kid Chameleon estrearia suas histórias em quadrinhos.

No começo de 1993, Kid Chameleon ganharia uma participação e edição de quadrinhos juntamente com Sonic the Comic. As primeiras participações aconteceram nas edições 7-12 mostravam Casey entrando em um mundo paralelo chamado: Wildside para resgatar sua amiga Suzy, with ainda havia uma força que ajudava Casey durante suas aventuras, um ser sem forma conhecido apenas como The Voiceque telepaticamente dava força e coragem ao personagem nos momentos mais dificeis. Através das publicações Casey incorporava diferentes personas, ou os personagens e máscaras que usava no jogo- Red Stealth, Eyeclops, Micromax, Berzerker e finalmente Iron Knight, ele tinha que derrotar sempre um poderoso inimigo, numa corrida contra o tempo antes que seus Chameleon Powers acabassem, mas geralmente ele derrotava estes inimigos em sua forma normal. Enquanto ele & Suzy escaparem de Wildside,a história tomaria outros rumos, com Casey descobrindo uma espécie de valentão escolar, chamado Brad, que também estava preso em Wildside. Nas edições 54-59 ele retornaria para regatar Brad,desta vez sob as formas de: Skycutter, Berzerker, Maniaxe e Cyclone. Nestas edições ele descobre que The Voice tinha intenções maléficas e estava mantendo várias pessoas presas em um local chamado Islecatraz gulag,Usando Brad como carcereiro. Casey, comoCyclone, destrói Islecatraz liberta todos de Wildside, mas depois ele descobre que somente mais uma pessoa poderia escapar, Brad sacrifica á si mesmo como uma forma de pagar por seus erros permitir que Casey também pudesse escapar. O final desta série foi um tanto ambiguo, com uma batalhea entre Casey e The Voice, dando uma ideía de que uma terceira série seria lançada. Fleetway ( a editora),parou de editar as histórias, e seu final e conclusão nunca foram revelados.

Kid Chameleon:

Por: Por Game Master:

Quando jogamos Kid Chameleon temos a impressão de estar jogando não um, mas vários jogos de plataforma ao mesmo tempo. A variedade de personagens, habilidades e cenários deste jogo pode não ter explorado toda a capacidade do console de 16 bits da Sega, mas sem dúvida explorou o quesito de diversão á níveis exorbitantes.

Vamos ser realistas que no quesito som, a Sega deixou um pouco á desejar e que os gráficos talvez não sejam um espetáculo. Mas a perfeição de todos os demais elementos deste jogo, fazem com que a gente se esqueça destes detalhes e se aprofunde na jogabilidade e todo o jogo.

No decorrer desta matéria este jogo foi comparado á Mario Bros e Sonic, mas vejo também alguns elementos de Bonk (B.C. Kid). As semelhanças com o engine destes jogos é inevitavel. Mas Kid Chameleon consegue ser único, por que explora estas vertentes e consegue um resultado original e e consegue ser diferente destes jogos, e acreditem, consegue deixar os mesmos, para trás. Se querem um jogo divertido, desafiador e original, joguem Kid Chameleon, não apenas uma, mas várias vezes.




4 comentários:

AÇOGUERO disse...

Kid Chameleon é um dos clássicos do Mega Drive, mas eu garanto que este jogo nunca mais será o mesmo depois deste grande review do Game Master.

luis fernando disse...

fala serio cara...que puta rewiew
parabens - jackie chan

bulmah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bulmah disse...

Caramba!!! Joguei muito Kid Chameleon. Era o jogo que mais gostava do meu Mega...